Dicas

Colchão para berço: 7 dicas para escolher o modelo ideal

  • 21 de maio de 2019
colchão berço

Para o bebê dormir bem e com tranquilidade, o berço é uma peça fundamental no quarto do novo membro da família. Porém, não adianta acertar no móvel e se esquecer do principal complemento: o colchão para berço. Essa peça é específica e exige alguns cuidados no momento da escolha.

O motivo para dedicar atenção à compra tem a ver com o bem-estar e com a segurança do pequeno. Com o produto certo, é possível evitar acidentes e até garantir um cuidado extra com a saúde dele. Na prática, é algo que ajuda o desenvolvimento saudável de recém-nascidos e bebês com mais de três meses.

Não quer ter dúvidas sobre a aquisição do colchão para berço? Então, veja sete dicas para considerar antes de realizar a melhor compra para o seu bebê!

Promoção desconto 10%

1. Verifique as especificações do Inmetro

O Inmetro é responsável por certificar e regulamentar a fabricação de diversos produtos. Para receber o selo, o item deve passar por vários testes de modo a confirmar a sua qualidade.

No caso do colchão para berço, há algumas portarias que estabelecem as regras para produtos de todos os tamanhos e direcionados a cada uma das idades. Quando uma empresa fabrica seus colchões com atenção a todas essas normas, há um nível ampliado de segurança.

Para não ter dúvidas, confira se o produto apresenta esse registro para evitar qualquer problema relacionado à segurança. Se quiser que a compra seja ainda melhor, vale procurar outras certificações. A INER, por exemplo, oferece o Selo Pró-Espuma. Se o produto conta com ele, significa que o material adotado tem as qualidades necessárias para garantir uma proteção especial.

2. Conheça bem o material utilizado

Por falar nisso, é importante pensar no tipo do colchão para berço em relação à estrutura e à fabricação. Basicamente, existem duas opções principais: a versão de espuma e a de molas.

O produto de espuma tende a ser o mais procurado pelos pais e oferece conforto, estabilidade e segurança. Nesse caso, é essencial que a estrutura não seja macia demais por causa dos riscos de sufocamento. Então, o melhor é ter uma opção ligeiramente rígida e muito estável, de modo a evitar problemas no futuro.

Já a versão de molas tem que ser feita de um jeito especial. É indispensável que a estrutura metálica seja ligada de uma maneira segura e que ofereça proteção. O melhor é contar com uma espuma que retorne à sua forma original sem esforço e que gere acomodação. Com boa estabilidade, esse material permite reunir conforto e bem-estar sem comprometer a segurança do bebê durante o sono.

3. Avalie o peso do bebê

Obter um colchão para berço com a densidade adequada é tão relevante quanto analisar o material. Para fazer a escolha certa, pense no peso da criança que vai utilizar o produto.

Em geral, a densidade D18 é indicada para crianças menores, de até 3 anos. A peça suporta bem até 35 kg, então fique de olho no número da balança para garantir que o pequeno esteja na peça certa. Acima disso, o melhor é recorrer a uma densidade D20, que suporta até 50 kg.

O cuidado é essencial para evitar deformidades, bem como para ter certeza de que não ocorrerá nenhum incômodo quanto à estrutura.

4. Confira o tamanho do berço

Ainda sobre a segurança, você deve considerar as medidas do colchão infantil. Se ele for menor que o berço, por exemplo, será criado um vão. Com isso, a criança pode ficar presa ou até encarar o risco de sufocamento.

Já um colchão maior que o berço fica dobrado e se torna deformado. Como consequência, a peça perde a estabilidade e começa a prejudicar a saúde e o conforto do pequeno.

Além disso, é preciso ficar de olho na altura. Um colchão muito alto talvez favoreça a queda. Então, veja como o berço é posicionado e qual é a altura ideal para que a peça não aumente o risco de acidentes.

Escolher um produto certificado é positivo justamente porque ele traz medidas dentro do padrão brasileiro ou do americano. Se tiver dúvidas, meça o móvel antes de realizar a compra, assim, você garante a decisão correta.

5. Considere o controle de temperatura do produto

A temperatura é um dos fatores mais importantes para o sono de bebês e crianças menores. É por isso que o quarto deve ser climatizado — se estiver quente demais, a dificuldade de dormir se instala.

Para evitar esse problema, o ideal é que o colchão tenha uma qualidade conhecida como respirabilidade. Na prática, o tecido ajuda a pele a transpirar, o que reduz a sensação de calor. Além disso, a peça deve favorecer o controle de temperatura superficial para deixar o desconforto térmico bem longe.

Para não ter dúvidas, os que são revestidos em jacquardlasse são os ideais nesse sentido. O tecido traz um toque macio e auxilia a manter o conforto do público infantil.

6. Identifique se ele ajuda a evitar o contato com líquidos

Quem tem criança pequena sabe que nem sempre uma fralda aguenta durante toda a noite. Por isso, há o constante risco de ocorrerem vazamentos, o que impacta diretamente o colchão.

Para garantir a durabilidade e ampliar o conforto do bebê, a peça deve reunir algumas características. Ter uma face inferior composta de tecido plastificado, por exemplo, aumenta a impermeabilidade e impede que o pequeno fique desconfortável à noite.

Além disso, o uso de tecidos como o poliéster em certas áreas ajuda a evitar a deformação da região caso ela seja molhada. Nesse caso, ele seca mais rápido, prevenindo o acúmulo de micro-organismos e o surgimento de mofo.

Essa observação, inclusive, é essencial para os que sofrem com refluxo. Ao associar o colchão a uma manta própria contra esse quadro, dá para deixar o bebê mais sequinho.

7. Priorize a qualidade do produto

Acima de tudo, é fundamental priorizar a qualidade na hora de realizar essa compra. Não é interessante economizar nesse momento, porque é algo que tem a ver com o conforto e com a segurança da criança.

Além de avaliar esses fatores, não deixe de buscar uma marca de referência. Uma empresa com muitos anos no mercado, que conte com as certificações necessárias e experiência na fabricação oferece os melhores produtos para o pequeno. Com o apoio de uma marca de confiança, o processo acontecerá de forma tranquila.

O colchão para berço é um dos componentes mais importantes para o quarto da criança. Ao considerar essas orientações, você poderá fazer uma compra segura e que garanta a satisfação total.

Já que a escolha da empresa faz a diferença, conheça a linha infantil da Americanflex e veja as nossas ofertas de qualidade!

Colchões Americanflex

1 Comentário

  • Leonardo

    Nada como dormir como um bebê! Ainda não tenho crianças, mas fico de olho nessas recomendações para o futuro.

    Reply

Responder