Convidados

Decoração de Quartos Infantis por Mariana Jardini

  • 14 de julho de 2017
Decoração de quartos infantis por Mariana Jardini | Americanflex

O assunto de hoje é decoração de quartos infantis por Mariana Jardini.

Nesta semana, tivemos uma conversa descontraída e repleta de dicas com a Arquiteta Mariana Jardini, Graduada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, trabalhou por cinco anos em renomados escritórios de arquitetura em São Paulo. Em 2012/2013 aprimorou seus estudos na UPC (Universidad Politecnica de Catalunya, Barcelona, Espanha) em um Master de Design de Interiores e Espaços Expositivos.

Após trabalhar mais um ano em São Paulo, chegou a São José do Rio Preto em 2015. A arquiteta busca aliar forma, função e estética aos projetos, sempre priorizando os desejos do cliente, analisando e respeitando seus sonhos e estilos de vida.

Promoção desconto 10%

1) Design moderno e prático

Independente do estilo de decoração, o mais importante é criar um ambiente aconchegante e funcional para a futura mamãe e seu bebê. Visando sempre a praticidade, os quartos modernos estão com tudo: estilo geométrico, mix de estampas e mobiliário com linhas retas. Detalhes como fio de luz, bandeirinhas, nichos e móbiles diferenciados também são uma forte tendência e dão um toque moderno ao quarto. Com a intenção de aproveitar o quarto por mais tempo, optamos por fazer algo mais clean, sem “temas” como costumávamos fazer. Os móveis também têm seguido essa linha com berços que viram mini camas, acompanhando as diferentes fases da criança.

2) Cores suaves

Branco, preto, bege e até os tons pastéis são suaves e não cansam de olhar. Cinza, verde menta, rosa nude, azul, amarelo, entre outros. Tons suaves são ideais para o bebê porque deixam o ambiente calmo e confortável. Costumo dizer sempre às futuras mamães que será um lugar onde passarão momentos importantes juntos, por isso é importante ter um ambiente convidativo e aconchegante. Escolha móveis que facilitem o dia a dia, como uma poltrona confortável ou uma cômoda que tenha altura ideal para trocar o bebê e que ajude no armazenamento das roupinhas, deixando sempre tudo a mão.

3) Estimular a aprendizagem é fundamental para o desenvolvimento da criança.

A decoração pode ajudar nesse sentido criando um ambiente, por exemplo, com móveis e objetos acessíveis e à vista da criança. Desenvolver a autonomia de ter ao alcance o que lhe chame a atenção. No lugar das camas altas com grades nas laterais, opte por móveis nos quais as crianças possam subir e descer quando quiserem e com brinquedos em lugares acessíveis. Essas são algumas dicas do conceito “montessoriano”, criado por uma educadora italiana no século 20.

4) Inspiração

Procuro estar sempre atenta ao cotidiano das pessoas e referências que estão à minha volta, como objetos, cores e texturas. Entrar no mundo do cliente é fundamental. É de extrema importância entender o que ele precisa, deseja, sua bagagem de vida e seus sonhos. Viajar e conhecer novas culturas e costumes também é uma grande fonte de inspiração.

5) Passo a passo

O primeiro passo para desenvolver o projeto de um quarto de bebê é conversar com os futuros pais para entender o estilo que iremos seguir. “Como imaginam o quarto do seu bebê?”. Assim, desenvolvemos um projeto personalizado, feito especialmente para aquele bebê e seus pais. Costumo pedir aos meus clientes que me mandem fotos, ideias e referências para ter uma ideia do que gostam. O projeto pode começar com um objeto de valor afetivo ou mesmo um móvel antigo, por exemplo.

6) Projetos interessantes

Participei de um projeto em um grande escritório onde trabalhei em São Paulo de uma residência no bairro Jardim Europa. O projeto todo era bastante interessante, um casarão antigo foi totalmente restaurado e um anexo de arquitetura contemporânea e, ao mesmo tempo, sutil foi construído para ampliar de forma harmônica a casa. Desenvolvemos, também, uma brinquedoteca para os filhos do casal. O projeto é bastante lúdico, com uma marcenaria bem personalizada e uma casa de dois andares, tubo de bombeiro para descidas rápidas, escorregador, muita cor e estímulo.

7) Trabalhos realizados

Um projeto interessante e ainda no tema infantil foi a loja Minipetiz, em São José do Rio Preto. O conceito do projeto buscava criar um ambiente que chamasse a atenção das crianças de forma lúdica. Ao entrar na loja, nos deparamos com uma árvore natural “brotando” do piso. A palheta de cores composta por azul, amarelo, verde e rosa e nichos com diferentes profundidades são alguns elementos que foram escolhidos para desenvolver o estímulo de aprendizado nas crianças.

Sem Comentários

Responder