Decoração

Guia decoração de quarto: tudo o que você precisa saber para começar!

  • 21 de novembro de 2018
decoração de quarto

O quarto é um dos cômodos mais importantes da casa. É o local para descansar depois de um longo dia de trabalho e de cuidado com a família. Também é ideal para conversar e ter privacidade nos momentos a dois. Para que o ambiente se torne ainda melhor, é essencial cuidar da decoração de quarto.

Há muitos estilos disponíveis e cada um transmite uma mensagem. Além disso, as escolhas certas garantem o conforto e a possibilidade de relaxar da melhor forma.

Para descobrir como acertar nessa etapa, confira neste post tudo o que você precisa saber para decorar o cômodo. Vamos lá!

Como escolher o estilo ideal do quarto?

Para alcançar um resultado bonito e moderno, é importante que a proposta visual seja consistente. É para isso que servem os estilos de decoração. Eles são compostos por cores e elementos característicos e criam uma aparência marcante. Mas você sabe como escolher a alternativa ideal para o seu quarto? Veja algumas dicas!

Considere os diferentes tipos de decoração

Ao falar em um estilo de decoração, você encontrará diversas possibilidades. Quem gosta de algo tradicional pode optar por uma alternativa clássica ou minimalista. Se quiser trabalhar todas as nuances de uma única cor, o monocromático é o ideal.

Quem prefere uma ideia acolhedora e com cara de campo deve ficar com o rústico, enquanto o vintage traz um saudosismo gostoso. Há ainda as decorações modernas, divertidas, industriais e assim por diante. Dentro dessas múltiplas escolhas, identifique a que melhor se encaixa ao seu estilo.

Faça com que o espaço conte uma história

Mais do que apenas pensar em uma decoração de quarto que parece ter saído de uma capa de revista, o lugar tem que contar uma história. O objetivo é entrar nesse local e sentir que ele reflete quem dorme nele.

Então, considere quais são os seus gostos e interesses, bem como elementos marcantes da sua personalidade. Com isso, a tarefa fica bem mais fácil.

Não se esqueça da proposta do ambiente

Todas as decisões têm que ser feitas para melhorar o descanso. Afinal, não adianta selecionar móveis que não são funcionais ou elementos e cores que deixam as pessoas agitadas.

Inclusive, cada ambiente tem uma necessidade. A tarefa de como montar o quarto do bebê, por exemplo, é bem diferente do cômodo do casal. Então, sempre considere a funcionalidade para fazer boas escolhas.

Solteiro ou casado: quais as diferenças na decoração?

Também não dá para ignorar que há divergências fundamentais entre um quarto de solteiro e um de casal. Com mais de uma pessoa no ambiente, é preciso considerar outros elementos e buscar uma dose extra de harmonia — especialmente se os gostos forem conflitantes. Descubra a seguir as maiores diferenças na decoração de quarto de solteiro e de casado.

Solteiro

Uma das principais características do quarto de solteiro é que ele apresenta a visão de apenas uma pessoa. Ou seja, ele reflete os gostos, as preferências e a personalidade da pessoa que dorme nele todos os dias, o que significa decisões muito mais específicas.

Além disso, é comum que o espaço seja um pouco menor. Entre os tipos de cama, é frequente que seja escolhida a tradicional de solteiro ou mesmo uma queen. Assim, o visual é marcado por essa pegada individual, voltada para a personalidade do dono do quarto.

Casal

No caso do cômodo de casal, é preciso considerar que duas pessoas devem ser representadas pelo espaço. Essa situação exige harmonia nas escolhas, de modo que o visual retrate ambos. É por isso que é mais comum que os cômodos do tipo tenham elementos neutros ou que atendem a vários estilos.

As diferenças entre camas formam outro aspecto da decoração do quarto de casal. Muitos optam pela cama tradicional para dois, mas também há modelos como o king size. Tudo depende do espaço disponível e das escolhas de quem passa as noites no local.

Lembre-se de que, independentemente do tipo de decoração, ter um colchão confortável e de qualidade é fundamental para garantir boas noites de sono.

Como usar o Pinterest para pensar sua decoração?

Com cerca de 250 milhões de usuários, o Pinterest é uma das redes sociais visuais mais famosas da internet. Ao total, há mais de 175 bilhões (isso mesmo!) de ideias disponíveis sobre diversos temas.

Com o uso adequado, essa é uma ótima ferramenta para você descobrir como obter a melhor decoração de quarto. Quer ver? Vamos lá!

Crie painéis específicos

Os painéis (ou boards) servem para categorizar as ideias. Em muitos casos, cada quadro pode corresponder a um cômodo da casa. Como aqui o foco é a decoração de quarto, vale a pena pensar em criar painéis específicos para certas definições.

É possível ter um com inspirações para a cama, outro para a cabeceira e outro para as cores das paredes. Não se esqueça de ter opções que incluam o espaço inteiro.

Adicione inspirações com critério

Antes de “pinar” ou acrescentar uma ideia ao seu board, é importante ter bastante critério. Selecione apenas fotos referentes a um mesmo estilo. Se quiser inspiração de vários, abra novos painéis.

Também é preciso se controlar para não sair clicando em tudo. Não é porque é bonito que é prático, funcional ou tem a ver com você. Faça uma análise antes de incluir como inspiração a fim de ter um resultado próximo à realidade.

Termine com uma boa edição

Por ser lotado de ideias, o Pinterest traz inspiração que não acaba mais. Então, mesmo com cuidado, talvez você termine com dezenas de fotos para planejar o quarto. Como é difícil seguir tudo, uma edição é bem-vinda.

Quando tiver uma quantidade significativa, passe um pente fino para selecionar o que despertou seu interesse. Você pode, inclusive, separar os favoritos e definitivos em um novo painel. Ao final, terá uma coleção que realmente serve para identificar como decorar o quarto.

Como planejar uma iluminação agradável?

A iluminação é um ponto imprescindível para o ambiente. Ela valoriza o espaço, deixa-o funcional (para a leitura, por exemplo) e ainda traz um toque aconchegante. Veja como planejar a decoração de quarto nos próximos tópicos!

Acerte no tipo de cortina

Excelentes complementos para as janelas, as cortinas ajudam a melhorar a sensação térmica, controlam a luminosidade e trazem privacidade. Elas devem ser escolhidas corretamente para que não levem à perda de luz natural, certo?

O ideal é optar por camadas de tecidos leves. Assim, você pode construir a “intensidade” de bloqueio do ambiente externo e não perde toda a iluminação natural durante o dia. Não se esqueça de combinar tecidos, texturas e cores para compor todo o visual.

Aposte na iluminação individual

Outra dica relevante, principalmente no quarto de casal, é escolher elementos individuais de iluminação. É o caso de contar com um pendente, um abajur ou uma luminária em cada canto da cama.

Isso evita ter que acender a luz do quarto todo e incomodar a outra pessoa na hora da leitura ou do descanso, por exemplo. Também é uma ótima alternativa para criar um clima mais aconchegante e confortável.

Acerte na temperatura das lâmpadas

A “cor” ou temperatura da iluminação influencia a sensação térmica do quarto e impacta na decoração. Em geral, uma iluminação muito forte deixa o corpo “aceso”, o que prejudica o descanso. Na maioria dos casos, isso acontece com as de luz branca e fortes.

O melhor é investir em lâmpadas amareladas, que trazem uma ideia de acolhimento. Também é interessante pensar na iluminação indireta, como o uso de vários spots.

Como a cabeceira dita o tom da decoração do quarto?

A cama é o elemento central e mais importante do quarto. Então, é essencial contar com os itens corretos, como a cabeceira. Esse item ajuda a diferenciar a cama e, principalmente, complementa a decoração. Como tem um papel crucial no visual, deve ser escolhida corretamente. A seguir, entenda como selecionar a peça adequada para o seu ambiente.

Pense na área disponível

Adquirir uma cabeceira da cama muito grande ou pequena pode comprometer a sensação visual. Então, comece avaliando as proporções do ambiente.

Se o pé direito é baixo, uma cabeceira alta ajuda a “ampliar” o ambiente. De forma semelhante, há o comprimento: se o quarto não é largo, ultrapassar muito a cama só prejudica o equilíbrio. Então, avalie questões como a proporção em relação às medidas, o espaço de circulação e a harmonia.

Entenda o melhor estilo

É possível encontrar cabeceiras de todos os tipos. Há aquelas que tomam quase a parede toda atrás da cama, enquanto as de metal dão um toque retrô. Já as de tecido no tamanho exato da cama transitam entre o clássico e o moderno.

Pense em qual material, cor e formato tem a ver com a proposta de decoração. Assim, é possível garantir a unidade visual.

Não ignore o conforto

Dependendo dos seus hábitos, é essencial que a cabeceira seja confortável. Na hora de ficar recostado para ler ou mexer no notebook, por exemplo, a sensação nas costas faz a diferença.

Nesses casos, o melhor é recorrer a modelos acolchoados e mais macios. Porém, você também pode complementá-la com acessórios para descanso. Uma almofada para encosto, por exemplo, ajuda a resolver o problema de uma cabeceira mais dura — e assim você não precisa abrir mão do visual.

Como escolher o colchão para o quarto e como isso influencia no estilo do quarto?

Ainda sobre a cama, é fundamental pensar no colchão. Além de garantir o conforto e as boas noites de sono, também é importante para complementar o visual. Afinal, um colchão mais baixo ou maior influencia o uso das roupas de cama, por exemplo. Na sequência, veja como selecionar a melhor alternativa.

Defina o estilo ideal

Em primeiro lugar, é preciso refletir se você deseja um colchão de espuma ou de mola. Se a compra for adequada, ambos apresentam boa durabilidade.

Em geral, o de molas oferece um efeito mole, o que para alguns aumenta o conforto. Já o de espuma traz maior estrutura e que é a preferência de outros. Então, vale a pena pensar no estilo que mais se encaixa para os seus gostos — inclusive, levando em conta a outra pessoa, se for um casal.

Acerte nas características

Também é importante avaliar outros elementos, como a densidade. Ela está ligada ao nível de firmeza, então é importante pensar no que for mais confortável.

Avalie, ainda, a altura do modelo. Se a cama já for relativamente alta, é preciso tomar cuidado para que ele não se torne inacessível ou desproporcional.

Pense também na facilidade de limpeza, na capacidade de oferecer conforto térmico ou de se adaptar ao organismo. Tudo isso faz com que a peça seja perfeita para quem vai utilizá-la.

Garanta a compatibilidade com a cama

Especialmente no caso de uma cama box, é essencial que o colchão se encaixe perfeitamente. As medidas têm que ser equivalentes para evitar sobras ou faltas que comprometam a aparência.

Antes de fazer a escolha, meça tudo para ter a certeza de que o modelo atende às suas necessidades. Se quiser ainda mais praticidade, compre o conjunto de cama e colchão e obtenha o efeito certo.

Quais as melhores combinações de cores para o quarto?

As cores têm um impacto muito grande no visual. A decoração de quarto fica mais viva ou clássica dependendo dos tons que são utilizados. Então, tenha cuidado na hora de escolher as nuances das paredes, dos objetos e até da roupa de cama. Não sabe como? Conheça as melhores combinações!

Tons neutros

Para os adeptos do estilo clássico, minimalista ou clean, uma paleta repleta de tons neutros é uma boa pedida. Além do tradicional branco, dá para apostar em bege, cinza-claro e palha.

Também dá para investir em tons um pouco mais escuros, como grafite ou marrom — principalmente nos móveis. O importante é equilibrar para garantir um bom jogo de sombras e luzes.

Monocromia

Outra opção é adotar a monocromia. Ela consiste em trabalhar várias nuances de uma só cor. O design industrial combina bastante com o cinza em todos os seus tons — do claro ao aspecto de cimento queimado, por exemplo. Também dá para fazer isso com o marrom, que chega ao bege.

Se quiser um toque de cor, dá para investir no azul, no verde e até no bordô. Só preste atenção para não exagerar na saturação e comprometer a tranquilidade do ambiente com tons muito fortes.

Pontos de cor

Os adeptos de um estilo mais moderno e jovem podem apostar em pontos de cor. O truque é criar uma base neutra e selecionar elementos específicos para dar um toque charmoso.

É o caso de ter um quarto baseado em branco e bege e adotar um enxoval turquesa. Também é possível investir no cinza em quase tudo, exceto em uma parede azul.

Se quiser máxima versatilidade, deixe os elementos fixos (como as paredes) em tons neutros e varie os que podem ser mudados (como móveis menores, itens decorativos e enxoval).

6 dicas para escolher o enxoval sem destoar da decoração

Além de pensar em quais são as cores e a iluminação do ambiente, a decoração de quarto também está ligada ao enxoval. As peças sobre a cama fazem toda a diferença e devem ser selecionadas da forma adequada. A seguir, veja 6 dicas para fazer boas escolhas!

1. Opte por peças que combinem entre si

Uma forma de sempre variar o aspecto do quarto é trocar o enxoval. Ao mesmo tempo, não vale a pena comprar dezenas de conjuntos completos. Em vez disso, compre peças que combinem entre si, com estampas e cores complementares. Assim, você pode usar o lençol de um com a fronha de outro e sempre ter um visual diferente.

2. Não fuja demais do estilo de decoração

Ao definir qual é a proposta do ambiente, é fundamental que ela esteja presente em todos os aspectos — inclusive na aparência. Se o quarto tem ar vintage, é melhor escolher peças com cores esmaecidas e estampas com toque antigo. Se a proposta é minimalista, evite as peças muito chamativas. Assim, você consegue união para criar o resultado ideal.

3. Invista na qualidade

Não são apenas as cores, texturas e estampas que influenciam a apresentação. A qualidade dos materiais também faz a diferença, então você deve investir em boas peças. Além de durarem mais, elas transmitem um aspecto interessante e deixam a decoração bonita e agradável.

4. Lembre-se do conforto

Além de bonitas e funcionais, as roupas de cama também devem ser confortáveis. Na hora de escolher um travesseiro e a fronha, por exemplo, garanta que todos os elementos favoreçam o descanso. O mesmo vale para a textura do edredom e do lençol, bem como para outras peças.

5. Não se esqueça do básico

Todas essas dicas são fundamentais para acertar no visual, mas você não deve se esquecer da praticidade. Então, não abra mão de ter peças como protetores de colchão, lençóis para as várias épocas do ano, saia para cama box e assim por diante.

6. Capriche na arrumação

Depois de escolher as peças perfeitas, garanta que elas fiquem arrumadas do jeito adequado. O edredom ou cobre-leito tem que ficar bem esticado e a composição com os travesseiros deve ser harmônica. Ao dar atenção aos detalhes, é possível obter um resultado ainda melhor.

Quarto pequeno? Descubra como aproveitar o espaço ao máximo!

Apesar de ser um dos locais mais usados da casa, nem sempre a planta do imóvel favorece o quarto. Há várias opções com medidas simples, mas não significa ter uma decoração sem graça. Para aproveitar cada centímetro, veja como potencializar um cômodo pequeno.

Favoreça os espaços de circulação

Pode parecer difícil fazer isso em um cômodo pequeno, mas é imprescindível que os elementos não fiquem atravancados. Se não, a sensação será de uma área menor ainda.

O ideal é distribuir os móveis e objetos de forma a criar corredores de circulação. Deixe livres os cantos da cama e tome cuidado para que os móveis não fiquem no caminho. Além de tudo, isso traz uma sensação mais arejada e permite andar pelo quarto com muito conforto.

Aposte em móveis multifuncionais

Na hora de mobiliar e complementar a decoração de quarto, invista em móveis que sirvam para mais de uma função. Assim, é possível economizar espaço sem abrir mão da funcionalidade.

É o caso de investir em uma cama box com baú, por exemplo. O móvel atende às principais necessidades e ainda oferece um ambiente extra de armazenamento. Com isso, é possível aproveitar ao máximo a área disponível.

Verticalize

Se falta espaço no chão, uma ótima pedida é verticalizar a sua decoração. Use nichos, estantes e prateleiras para explorar ao máximo as paredes, sem comprometer a área útil. Até as portas internas dos armários podem receber ganchos e elementos para a verticalização.

Apenas tome cuidado para não colocar as peças muito altas e para não poluir o visual com itens em excesso. Como resultado, será mais fácil ter um cômodo funcional.

6 erros na decoração do quarto que você não pode cometer!

Além de seguir todas essas dicas, também é preciso entender o que não fazer. Há falhas que podem comprometer toda a aparência, então é recomendado ficar atento para evitá-los. Não quer deixar nada passar? Veja 6 erros na decoração para ficar atento!

1. Evitar imprimir personalidade

Não é porque você tem referências e um estilo desejado que deve seguir apenas as fotos ou propostas de outros ambientes. Esse é um dos lugares mais importantes da casa, então deixar de imprimir sua personalidade é um erro. Não tenha medo de customizar e de dar o seu toque ao resultado.

2. Não adaptar a mobília ao quarto

É muito comum que as pessoas tentem fazer com que o quarto se adapte aos móveis e não ao contrário. Na hora de escolher a cama, por exemplo, é fundamental avaliar o espaço disponível. Sem um planejamento, você corre o risco de comprar itens grandes ou pequenos demais, o que prejudica a proporção.

3. Exagerar na quantidade de elementos

Ao mesmo tempo, é preciso se controlar para não acabar exagerando. O recinto precisa ser voltado para o descanso e relaxamento. Tome cuidado para não pesar a mão nas cores e nos objetos. Com bom senso, a sensação transmitida será melhor.

4. Errar no equilíbrio sobre a função do ambiente

O local serve, principalmente, para dormir e relaxar. Então, alguns erros consistem em escolher elementos muito luminosos e cores em excesso, pois geram agitação. Porém, isso não deve significar criar um espaço sem graça e sem vida, feito apenas para descansar. O ideal é acertar no equilíbrio para ter o melhor resultado.

5. Permitir que a bagunça vença

Deixar roupas espalhadas, travesseiros empilhados ou itens fora do lugar compromete a organização e o aspecto. Se a intenção é ter um visual digno de elogios, é fundamental lutar contra a desordem. Com tudo organizado, a decoração de quarto é favorecida.

6. Nunca mudar o visual

Depois de acertar na decoração de quarto, muita gente se acomoda e acha que não precisa fazer mais nenhuma alteração. Porém, o seu estilo pode evoluir, assim como surgir novas peças e tendências. Ao nunca realizar outras mudanças, há o risco de deixar o espaço parado no tempo. Então, periodicamente, busque fazer alterações (mesmo que pequenas) para ter um resultado ainda melhor.

Depois de seguir essas orientações, você conseguirá acertar em cheio na decoração de quarto. Difícil mesmo vai ser querer sair de um espaço tão bonito e confortável!

Quer outras dicas para cuidar do seu cômodo e do seu sono? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos como este em sua caixa de entrada!

5 Comentários

  • Evanilde Miquelli

    Como adquirir um American flex medida 2,60×2,00 c box?

    Reply
    • Americanblog

      Olá Evanilde!
      Essa medida é considerada como Medida Especial, pois ela é diferente dos tamanhos padrões.
      Nós temos essa opção de fabricação, para fazer uma cotação, entre em contato pelo telefone (17) 2136-8912 ou (17) 2136-8910, ou também pode enviar um email para lojavirtual@americanflex.com.br
      Caso for enviar o email, acesse o nosso site (www.americanflex.com.br) e escolha o modelo que mais lhe agrada, depois basta enviar o modelo como referência no email.

      Reply
  • Lory

    Dicas sensacionais, parabéns pelo trabalho!

    Reply
    • Americanblog

      Olá Lory!
      Que bom que gostou do nosso conteúdo! Fizemos com muito carinho para ajudar a todos nesse momento tão especial, que é decorar o ambiente que usamos para descansar. 🙂

      Reply
  • Rosilene Nunes da Silva

    Visito o Pinterest todos os dias, amo tudo que vejo. Tenho preferência pelos estilos clássico e Romântico provençal e acabocaindo na tentação de salvar ecriar uma infinidade de pins. As dicas aí foram muito pertinentes, antes de salvar mais alguma coisa vou verificar se já não efoi salvo em outra galeria por mim e fazer uma faxina. Grata!

    Reply

Responder