Decoração

O guia definitivo para deixar o seu quarto confortável

  • 19 de março de 2018
Guia quarto confortável

Ter uma boa rotina de sono é indispensável para a sua saúde. De acordo com a ciência, dormir mal prejudica o coração, contribui para o aumento de medidas e até afeta o cérebro. Para que a noite de sono seja tranquila, ter um quarto confortável é uma das chaves para o sucesso.

Além de se preocupar com a decoração, é preciso ter foco total em fazer com que o ambiente fique agradável e propício para a qualidade do sono. Com as mudanças certas, os efeitos positivos surgem com grande rapidez.

Mas será que você sabe como tornar o quarto confortável de verdade? A seguir, veja um guia definitivo e aprenda a deixar o local da maneira adequada!

1. Qual é a importância de um quarto simples e confortável?

Ter uma vida saudável envolve diversos componentes. Além de cuidar da alimentação e de fazer exercícios, é preciso descansar nas condições adequadas e por tempo suficiente. Assim, o organismo se prepara para o próximo dia da melhor forma possível e é mais fácil ter disposição ao acordar.

Como o quarto é o lugar escolhido para esse momento, ele tem que ser planejado para isso. Assim como a cozinha é preparada para refeições e a sala para receber visitas, o local onde se dorme deve ser simples e confortável.

Alguns dos pontos importantes de um quarto agradável são:

1.1 Ampliação da qualidade do sono

Não basta encostar a cabeça no travesseiro e dormir. Se você acorda várias vezes durante a noite ou levanta com muitas dores, o sono não foi de qualidade. Quanto menos positivo ele é, mais os efeitos se acumulam e, ao final, é a sua saúde que sofre.

Já em um quarto confortável tudo favorece para ter uma noite agradável. As condições perfeitas fazem com que você caia no sono com facilidade e permitem que fique nesse estágio por um tempo prolongado.

Sabe aquela sensação de acordar de maneira repentina e não conseguir dormir de novo porque o quarto está desagradável? Com conforto, a situação se torna praticamente inexistente.

1.2 Elevação na sensação de descanso

Chegar de um dia do trabalho, dar conta da família e dos demais afazeres e decisões é pesado. Ainda que já faça parte da sua rotina, tal fluxo de ações consome a sua energia e gera um cansaço natural.

Depois de tomar um banho e se preparar para dormir, nada melhor do que se sentir renovado no dia seguinte. Mas se o ambiente é confuso, atravancado ou desconfortável, isso é praticamente impossível e dormir mal é o efeito.

Quando o despertador tocar, é comum achar que o último piscar de olhos da noite foi há apenas alguns minutos. Ao levantar, você está irritado, esgotado e menos disposto a encarar os desafios do cotidiano.

Com boas escolhas, dá para contornar esse quadro e ter a certeza de que você acordará da melhor maneira!

1.3 Eliminação de dores e incômodos

Talvez nem tenha percebido, mas aquela dor nas costas ou a sensação constante de formigamento podem estar relacionadas ao seu ambiente de sono. Em um quarto confortável, você tem a certeza de que acordará bem-disposto e longe de dores e incômodos.

Esqueça as dores de cabeça originadas pelo travesseiro ruim ou a coluna torcida por causa de um colchão desgastado. A partir das boas escolhas, o corpo acorda como novo e longe daqueles quadros que fazem com que se sinta desconfortável pelo resto do dia.

1.4 Garantia de uma boa experiência

Ao final, um quarto confortável e simples é determinante para ter uma boa experiência de sono. Assim como é importante ter o lugar certo para tomar banho ou para receber os amigos, criar o ambiente perfeito para o sono torna tudo melhor.

Graças às escolhas certas, dá para ter a certeza de que a noite será revigorante e o ajudará a repor as energias perdidas ao longo do dia. Eventualmente, isso favorece o convívio com a família, com os amigos e com os colegas de trabalho e torna até a rotina agradável de encarar.

1.5 Otimização do humor

É praticamente impossível acordar de bom humor depois de ter passado horas se revirando no colchão ou sentindo algum incômodo. Da mesma forma, um dia que se inicia com dores e sensações desagradáveis dificilmente seguirá por um caminho positivo.

Se você acha que não é uma pessoa matinal e está sempre de mau humor logo no princípio do dia, então a culpa pode ser do cômodo no qual há a noite de sono. Ao mudar o cenário, é viável começar o dia com o pé direito e de forma bem-humorada. Novamente, trata-se de algo que otimiza os relacionamentos.

1.6 Melhoria nos níveis de concentração e produtividade

Além dos efeitos nos sistemas, o cansaço excessivo afeta diretamente o funcionamento do seu cérebro. Quem está com muito sono tem dificuldade para prestar atenção, manter o foco ou garantir a disciplina. Afinal, a sensação de cansaço é avassaladora e gera distrações.

Como consequência, é difícil estudar, aprender, memorizar e/ou focar no que realmente importa. No trabalho, significa a perda de produtividade e de disciplina, o que compromete os resultados.

Antes de apelar para técnicas drásticas, a mudança no quarto pode ser o suficiente para garantir níveis profundos de concentração.

colchão ideal para você

2. Como deixar o quarto confortável?

Para que o ambiente seja o ideal para a noite de sono, é fundamental contar com alguns elementos e transformações. A ideia é elaborar um espaço que favoreça o descanso, sem que fique menos bonito ou funcional para outras atividades.

Ao contrário do que parece, não é preciso realizar grandes reformas. A simples seleção dos itens certos já garante um excelente resultado. Para saber como deixar o quarto confortável, veja quais pontos devem ser observados:

2.1 Tipo de colchão

De todos os fatores do quarto, o colchão é o mais importante. É ele que determinará boa parte do conforto e do bem-estar na hora de pegar no sono e de acordar. Por isso, comece a entender se é necessário realizar a troca.

A durabilidade média desse item é de 5 anos e, assim como vários elementos, precisa ser substituído com frequência. O problema é que muita gente ignora a substituição e o resultado é um ambiente desconfortável.

Depois, é hora de conhecer os tipos de colchão. Em geral, eles são de espuma ou de molas, que podem ser ensacadas individualmente.

Dependendo da densidade, o de espuma é mais firme e oferece um conforto maior para quem gosta do aspecto. Já o de molas se molda melhor ao corpo e oferece maciez elevada.

Na hora da compra, também é preciso pensar na altura ou densidade. Colchões altos, normalmente, oferecem maior conforto porque criam um espaço ampliado entre o apoio da cama e o corpo. Ao mesmo tempo, essa decisão tem que ser tomada de acordo com o biótipo. No geral, biótipos com pesos maiores exigem densidades igualmente elevadas.

Outro aspecto relevante é se o colchão escolhido ajuda a proteger a coluna, se oferece pouca deformação e se tem atuação contra ácaros. Nesse caso, ele evitará dores, agravamento de doenças crônicas e até alergias.

2.2 Tipo de cama

O que também influenciará se um quarto é confortável é o tipo de cama no qual o colchão é posicionado — e escolher a certa é igualmente importante. De acordo com uma pesquisa, uma cama nova é capaz de melhorar a qualidade do sono em 62% e o conforto em 70%. Já as dores nas costas sofrem uma redução de 55%.

Para tanto, saiba quais são os tipos à venda. A primeira diferença vem no tamanho. Além da de solteiro e da de casal, há a queen e a king. Elas são progressivamente maiores e, dependendo da área disponível e do comportamento, são mais indicadas. Ao mesmo tempo, o móvel não deve atrapalhar o quarto para não prejudicar o conforto.

Além disso, há as de estrutura de madeira com estrado e a box. A segunda ganhou grande popularidade e aparece em conjunto com diversos colchões. Embora a de madeira seja um clássico, ela pode gerar desconforto se o colchão não tiver a densidade adequada.

Outra possibilidade é a cama de ferro. Apesar de combinar bem com certos estilos, ela é muito pesada e exige um colchão a altura para manter o conforto.

Na hora de escolher, pense em qual é o estilo do ambiente e, principalmente, em qual será mais agradável de dormir.

2.3 Cabeceira

Apesar de parecer um item opcional, a cabeceira está diretamente ligada a um quarto confortável. Isso porque ela permite que você tenha elementos importantes à mão, como um copo de água, o controle do ar-condicionado ou uma luminária. Acima de tudo, ela serve como apoio de itens e evita que tenha que levantar à noite.

Ao escolher, já não é obrigatório adquirir um par idêntico. Contudo, pense em questões como material, tamanho e design. Se a cabeceira for alta demais, há o risco de você esbarrar nela sem querer e se machucar. De maneira semelhante, um item de pouca qualidade prejudica a experiência.

Por isso, não tenha medo de investir nesse elemento, desde que seja para trazer conforto. Muitas vezes, vale a pena pagar um pouco mais e, como resultado, fazer um investimento melhor.

2.4 Móveis

Além da cabeceira, outros móveis devem compor o ambiente. O armário é uma prioridade quando não há closet separado, de modo a abrigar todos os objetos importantes. Acima de tudo, é um jeito de manter a organização, o que também se relaciona ao conforto.

Outras opções incluem um baú ao pé da cama, uma poltrona e até uma cômoda. Se houver muitos itens de exibição, uma estante auxilia a armazenar livros e enfeites.

Por outro lado, é conveniente evitar a presença da televisão. O eletrônico contribui para a agitação do organismo antes do sono e pode prejudicar o descanso. O melhor é usar o quarto apenas para dormir, relaxar e aproveitar, já que a qualidade do sono será ampliada.

2.5 Cores

Para ter um quarto confortável, também é fundamental dar atenção à paleta de cores utilizadas. De acordo com a cromoterapia, cada tom é capaz de transmitir uma sensação diferente. O amarelo e o vermelho, por exemplo, são cores quentes que contribuem para gerar agitação. Já o azul e verde em nuances claras trazem tranquilidade e relaxamento.

Outra questão é a harmonia. Quanto mais colorido o ambiente for, maior é o volume de estímulos que ele trará e mais difícil é criar uma combinação adequada. Por outro lado, escolher tons terrosos e neutros — como branco, cinza e bege — ajuda a montar uma composição que não enjoa.

As paredes, os móveis e até o jogo de cama precisam passar por esse cuidado. Contudo, não se confunda: o ambiente não tem que ser sem graça ou personalidade, mas deve ser condizente com o descanso.

2.6 Iluminação

O que vem à sua mente quando pensa no quarto mais confortável possível? Se, na imagem, surgiu um cômodo com pouca claridade e muito aconchegante, então você reconhece a importância da iluminação.

Dormir com uma forte incidência luminosa faz com que o corpo não descanse totalmente e até prejudica os estágios profundos do sono. Isso está ligado a uma reação do organismo: a produção de melatonina. Essa substância leva o corpo ao sono profundo, mas só é produzida quando o lugar está escuro.

Portanto, controlar a iluminação do ambiente é indispensável. Em relação à artificial, é preciso contar com lâmpadas de intensidade moderada e que sejam de aspecto quente. A iluminação indireta, como por meio de luminárias e spots também é bem-vinda.

Quanto à luz natural, o sono não deve ser bruscamente interrompido pelos raios solares. Desse jeito, é recomendado ter uma cortina que permita controlar a passagem de luz. Inclusive, à noite ela é útil para evitar os brilhos da cidade e melhorar a qualidade do descanso.

2.7 Conservação do jogo de cama

Os cuidados com a roupa de cama devem ser igualmente considerados porque afetam diretamente a qualidade do sono. Um lençol macio, delicado e que ajuda a eliminar o suor, por exemplo, contribui para uma noite tranquila.

Já um lençol velho, que perdeu suas propriedades ou que está sujo não é adequado. O mesmo vale para o edredom, as fronhas e assim por diante. O ideal é, primeiramente, fazer uma rotatividade de itens, para prevenir que alguns se desgastem em excesso.

Também é importante seguir a recomendação dos fabricantes na limpeza. É preciso evitar o excesso de produtos, como amaciante e sabão. Além de deixarem um cheiro forte, prejudicam a sensação de toque e diminuem a capacidade de absorção do suor.

3. Como manter o quarto confortável no verão?

Como é a estação mais quente do ano, o verão, muitas vezes, traz problemas para dormir. O calor em excesso torna incômoda a sensação de se deitar e a falta de conforto térmico prejudica a noite que era para repor as energias.

Por mais difícil que pareça, dormir no calor não precisa ser uma tortura. Com as dicas certas para implementar no quarto, é possível conquistar o melhor resultado. Quer saber como fazer? Então, veja dicas imperdíveis!

3.1 Climatize o ambiente

A primeira dica parece óbvia, mas é a de maior relevância: o ambiente tem que estar o mais fresco possível. Para tanto, execute ações que ajudem a climatizar a área. É o caso de usar um ou vários ventiladores, um climatizador ou um ar-condicionado.

Idealmente, a temperatura deve ficar entre 17 e 28 °C, no máximo. É importante que esse seja o cômodo mais fresco, de modo a não atrapalhar o descanso.

Para renovar o ar, é interessante deixar a janela aberta — exceto no caso do ar-condicionado. Se for preciso, coloque uma tela na janela para garantir a troca de ar de um jeito seguro.

3.2 Escolha a cortina certa

Além de servir para controlar a iluminação, a cortina também é útil para deixar o quarto confortável no verão. Graças a ela, é possível limitar a entrada de raios solares e diminuir os efeitos do aquecimento por radiação.

Nessa fase, o ideal é contar com cortinas grossas durante os dias quentes. É igualmente viável adotar versões especiais, como o blackout que absorve e impede que o calor entre no quarto. À noite, basta abri-las para ventilar o espaço.

3.3 Acerte na roupa de cama

Também é fundamental cuidar da escolha quanto à roupa de cama. Ela precisa ser bem planejada, já que tornará o colchão mais fresco ou quente.

O ideal é recorrer a elementos feitos de algodão, mais leves e com melhor absorção de suor. Isso evitará a sensação de estar em uma cama em chamas.

É conveniente deixar o edredom e o cobertor no armário. Deixe apenas uma colcha leve para os momentos em que refresca e evite o excesso de itens, como ter muitas almofadas ou travesseiros sobre a cama.

3.4 Reorganize o espaço

Se, ainda assim, o quarto não estiver confortável o suficiente, vale a pena pensar em reorganizar a disposição de objetos.

Quando o cômodo fica atravancado, o ar não circula e se formam as ilhas de calor. Portanto, pode ser o momento de mudar os móveis de lugar e de se livrar do que não é necessário.

Ao manter tudo organizado e com bons corredores para a passagem de ar, a temperatura não se acumulará e o ambiente ficará mais agradável.

4. Quais são os itens que deixam o quarto confortável?

Além de considerar todos os pontos e mudanças para garantir o conforto do cômodo, é muito importante saber que há vários outros objetos que contribuem para o local. Ao conhecer o que não pode ficar de fora, a organização ficará adequada.

Se quiser ter um quarto confortável de verdade, considere ter os seguintes elementos no espaço:

4.1 Ar-condicionado

Como a temperatura ideal é exigida para dormir bem, um ar-condicionado é um recurso de grande auxílio. Se onde você mora faz muito calor, então ele se torna indispensável.

Ainda que seja um elemento de valor maior, é um investimento no seu bem-estar e na qualidade de vida. Se não quiser recorrer a uma opção fixa tradicional, o ar-condicionado móvel também dá conta do recado e ainda é usado em outros ambientes. Apenas considere o tamanho do espaço para escolher um modelo com capacidade suficiente.

4.2 Almofadas e travesseiros

Para complementar o colchão ideal, tenha travesseiros confortáveis. Como ele também influencia as dores na coluna e o bem-estar, vale investir um pouco mais. Assim, as noites serão tranquilas e agradáveis.

Já as almofadas servem para enfeitar e para criar um apoio extra, como quando você decide ler o seu livro favorito antes de dormir. Opte por opções macias, gostosas e com as capas de material adequado.

4.3 Móveis planejados

O bom uso do lugar está diretamente ligado a ter um quarto confortável. Quanto melhor for o aproveitamento, mais fresco e funcional ele será. Como os móveis ocupam um espaço significativo, recorrer a opções planejadas pode ser muito interessante.

Uma estante feita sob medida armazenará os elementos adequados e sem bagunça, enquanto uma mesa de cabeceira personalizada atenderá às principais necessidades. Além disso, eles normalmente duram mais que os tradicionais, o que garante a harmonia do ambiente por um tempo maior.

Veja quais são as exigências sobre cada item e a possibilidade oferecida pela área. Depois, é só curtir o lugar de forma completa!

Após seguir estas dicas, ter um quarto confortável deixará de ser um mistério. No final, você poderá aproveitar o melhor cômodo da casa e terá uma rotina de sono com maior qualidade!

Gostou das dicas? Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos em sua caixa de entrada!

Powered by Rock Convert

Sem Comentários

Responder