Dicas

Monitoramento do sono: como funciona e qual a importância?

  • 7 de fevereiro de 2019
monitoramento do sono

Dormir mal parece ser um dos males da vida moderna. Felizmente, a preocupação com a qualidade do sono vem ganhando destaque também no mercado, e a tecnologia de monitoramento do sono surge com produtos e aplicativos que prometem ajudar.

Além dos maus hábitos e condições desfavoráveis no ambiente, muitos distúrbios do sono e condições fisiológicas podem influenciar na qualidade do sono. E a verdade é que muitas vezes não temos consciência de como dormimos.

Por isso, muitos problemas, como bruxismo e apneia, são difíceis de detectar, a menos que alguém nos observe dormindo. A tecnologia de monitoramento promete facilitar a identificação desses sintomas, entre outros fatores que podem interferir no sono.

Mas você sabe como isso é possível? Se você ficou curioso, não deixe de ler este post e descubra como a tecnologia pode ajudá-la a dormir melhor. Acompanhe!

O que é e como funciona o monitoramento do sono?

Trata-se de colocar a tecnologia a serviço da qualidade do sono, ou seja, rastrear, por meio de sensores, os padrões de sono dos usuários. Com isso, é possível identificar os períodos de sono profundo, monitorando diversos parâmetros como ciclos do sono, batimentos cardíacos, respiração e movimentos corporais, além da temperatura e umidade ambiente.

De maneira geral, há duas formas mais simples de fazer isso. A primeira, por meio de sensores em almofadas, faixas e pulseiras, por exemplo, que, em contato com o corpo, detectam os movimentos, inferindo o período de sono pela redução dos mesmos. Em geral, os dados são analisados por aplicativos em dispositivos pareados com os sensores, como celulares e tablets, por exemplo.

Outra maneira é diretamente pelos aplicativos de smartphones ou smartwatches. Nesse caso, os dados analisados são captados pelo acelerômetro do celular — capaz de perceber quando telefone está em pé e rotacionar a tela —, que detecta indiretamente os movimentos na cama.

Dependendo da sensibilidade do aparelho, é possível medir as oscilações nos movimentos durante o sono, e relacioná-las com as fases do sono. Assim, pode ser programado para acordar a pessoa num período de sono mais leve, causando menos desconforto e dando maior sensação de descanso.

Além de identificar os períodos em que o usuário está dormindo, os aplicativos podem apresentar outras funções, como gravar sons, ajudando a detectar fala ou ronco durante a noite, e tocar músicas que induzam o relaxamento no início da noite.

Qual a importância e os benefícios do monitoramento?

Alterações no ciclo do sono podem ser muito prejudiciais à saúde física e mental, pois interferem diretamente na qualidade da noite dormida. Se você já despertou pela manhã com sensação de ter acabado de se deitar ou de estar mais cansado do que quando foi dormir, sabe do que estamos falando.

Noites maldormidas podem causar sintomas como estresse e ansiedade, inclusive afetando a produtividade e a concentração durante o dia. Os problemas do sono podem ser originados por diversas razões, desde o excesso de luz, barulho ou calor, até distúrbios como apneia e insônia.

A tecnologia de monitoramento é capaz de analisar todos esses parâmetros, ajudando a identificar o problema e promover os ajustes necessários, na busca por uma melhor qualidade de sono. Afinal, você já parou para pensar quantas horas do seu sono você efetivamente descansa profundamente?

Problemas para dormir parecem ter se tornado uma epidemia. Só nos Estados Unidos, cerca de 70 milhões de pessoas sofrem com noites maldormidas, sendo que 60% delas apresentam algum problema crônico.

Nesse sentido, a possibilidade de identificar a causa, em que fase da noite ocorre e poder associá-lo a outros fatores, pode ser de grande ajuda no tratamento. Dentre os problemas que o monitoramento do sono pode ajudar a detectar estão os distúrbios do sono:

  • insônia;
  • apneia do sono;
  • privação crônica do sono (PCS);
  • sonambulismo;
  • bruxismo;
  • síndrome dos movimentos periódicos dos membros (MPM).

Quais são os principais dispositivos para monitorar o sono?

Ao contrário do que se imagina, toda essa tecnologia já é realidade e está disponível e acessível no mercado. Conheça agora algumas opções de produtos que prometem medir a qualidade do seu sono. Confira!

Wearables e Non wearables

Wearables são dispositivos vestíveis, dotados de sensores capazes de aferir dados. É o caso de pulseiras, tapa olhos e faixas abdominais que devem ser usadas durante o sono para monitorar uma gama de características, como já mencionamos.

Já os non wearables são dispositivos que dispensam o contato com o corpopreservando o conforto. Podem ser colocados por baixo do colchão ou presos no travesseiro, como o Sleepace Sleep Dot , ou ainda posicionados sobre a cama no local em que a pessoa se deita, como o Sleepace RestOn, ambos da Americanflex.

Os dois dispositivos devem ser pareados com o aplicativo Sleepace, disponível para Android e iOS, para que o monitoramento ocorra. Os dados coletados — ciclo do sono, temperatura e umidade do ar, movimentos corporais e outros, de acordo com o modelo — são analisados, sendo emitidos relatórios, informações e dicas para melhorar a qualidade do sono.

Aplicativos

Dentre os aplicativos, podemos destacar o Sleep Better que monitora as fases do sono e funciona inclusive em modo avião, evitando que o usuário seja perturbado por notificações de outros aplicativos. Além disso, acompanha o efeito de bebidas como café e álcool na qualidade do sono e tem um diário para o usuário registrar seus sonhos.

Existem diversas outras opções que registram gráficos do sono ou que permitem programar alarmes para despertar nos momentos certos, de sono leve, por exemplo.

Além dos aplicativos de monitoramento, há muitas ferramentas que prometem ajudar a dormir, emitindo sons ambientes — white nose — e músicas relaxantes que diminuem a frequência cardíaca e induzem o sono, e até ensinando exercícios de respiração com o mesmo objetivo.

A tecnologia de monitoramento do sono tem potencial para ajudar as pessoas a dormirem melhor, e sono melhor significa mais energia, produtividade e saúde, ou seja, qualidade de vida para as pessoas.

Se você gostou deste poste e quer saber onde encontrar um monitor do sono, visite nossa loja virtual e conheça nossas opções.

Colchões Americanflex

Sem Comentários

Responder