Dicas

Confira o guia sobre como acordar disposto no dia a dia

  • 12 de outubro de 2019
acordar disposto

Você sabia que o despertador não precisa ser o seu inimigo? A hora de levantar da cama pode se tornar melhor e mais fácil com a ajuda de alguns hábitos que fazem toda a diferença. Afinal, ao saber como acordar disposto, o seu cotidiano se torna bem melhor.

Ao mesmo tempo, é importante entender que não existe uma fórmula mágica para ter ânimo na hora de acordar. A verdade é que dormir bem é o componente mais importante nesse sentido, pois vai garantir que você tenha o nível certo de energia para encarar as necessidades do dia a dia.

Inclusive, ao criar hábitos e dormir melhor, é possível gerar impactos positivos na sua saúde e na qualidade de vida. Contudo, para tanto, é preciso ter os elementos corretos, como um bom colchão.

Para esclarecer todas as suas dúvidas, preparamos este guia completo sobre como acordar disposto. Confira e tenha muito mais qualidade no cotidiano!

As horas de sono necessárias para cada idade

Dependendo da fase da vida, a necessidade de descanso é diferente. O metabolismo funciona de acordo com certas características e os sistemas têm uma exigência própria em relação ao repouso.

Para ter sucesso na tarefa de como acordar disposto, é essencial respeitar o período de que o corpo precisa. Não quer ter dúvidas? Conheça a quantidade de sono necessária em cada idade!

Infância

infância é um período de grande desenvolvimento do corpo e, por isso, o repouso é essencial. Inclusive, é no sono que há a liberação do hormônio de crescimento (GH), o que aumenta a importância de respeitar as recomendações.

Os bebês recém-nascidos são os que mais dormem e precisam de 14 a 17 horas de repouso. Com o crescimento, as necessidades caem, até que chegue ao total de 9 a 11 horas, até 13 anos.

Adolescência

A adolescência traz grandes mudanças e, entre elas, está a relativa à necessidade de sono. Como é uma fase de transição, o valor é intermediário entre adultos e crianças. São necessárias de 8 a 10 horas, por noite, para estar bem descansado.

Fase adulta

Entre os adultos, há a recomendação de descanso que usamos pela maior parte da vida. O indicado é dormir de 7 a 9 horas por noite, sem ultrapassar muito o limite máximo para não ter prejuízos para o organismo.

Terceira idade

A partir dos 65 anos, o padrão de sono muda mais uma vez. Idosos costumam ter dificuldade para dormir e, com o metabolismo mais lento, a necessidade também cai. Nessa fase, o indicado é descansar de 7 a 8 horas, por noite.

A importância de uma boa noite de sono

Dormir bem é o principal ingrediente para quem deseja ter disposição no cotidiano. Essa é uma das funções mais importantes do nosso organismo e, por isso, merece a atenção necessária. Para se convencer, veja qual é a importância de uma boa noite de sono!

Regulação das funções corporais

É durante o repouso que o corpo pode realizar diversas tarefas, como executar a limpeza e a eliminação de toxinas, além de liberar hormônios e substâncias positivas para o organismo. Dormir bem, portanto, favorece todos esses processos e ajuda a ter as funções corporais com o melhor funcionamento.

Isso significa, inclusive, um organismo que tem o melhor rendimento nas atividades do cotidiano, além da habilidade de “recarregar as energias”.

Redução das dores

Uma boa noite de sono também tem a ver com as dores musculares e crônicas. A falta de sono, por outro lado, é prejudicial nesse sentido. Segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia, a falta de sono aumenta a sensibilidade à dor, pois neutraliza a parte do cérebro que alivia o incômodo.

Ao descansar bem, por outro lado, a circulação melhora e o cérebro atua da maneira ideal. Como resultado, você se vê livre das dores e tem uma experiência melhor.

Maior qualidade de vida

Dormir bem é, principalmente, uma forma de ter mais bem-estar. É graças a esse hábito que você permite que o corpo relaxe e reponha todas as energias perdidas ao longo do dia, por exemplo.

Com a consistência de dormir bem, os resultados aparecem na saúde física e psicológica. Portanto, é algo que tem a ver até com se sentir mais feliz e com um nível maior de qualidade de vida.

A relação entre sono e produtividade

Inclusive, o repouso adequado tem tudo a ver com o trabalho. Ele é um dos componentes para obter um bom nível de produtividade e ser capaz de entregar resultados melhores. Quer entender como isso acontece? Então, veja qual é a relação do repouso com o seu desempenho no trabalho!

Aumenta a capacidade cognitiva

A capacidade cognitiva tem a ver com a habilidade de aprender e executar certas tarefas. Para ela ser maximizada, é importância que o cérebro esteja descansada, o que tem tudo a ver com o sono.

De acordo com pesquisadores da Universidade Western, dormir de 7 a 8 horas por noite maximiza a atuação do cérebro. Você terá mais habilidade para resolver problemas e se comunicar, o que aumenta o nível de produtividade.

Melhora o foco e a atenção

Ser capaz de se concentrar em uma tarefa por vez é uma das características essenciais para ter mais produtividade. Nesse sentido, o foco e a atenção também são afetados positivamente por boas noites de sono.

Segundo um estudo da Universidade Willamette, a falta de sono afeta a atenção seletiva (como a que é dada a uma conversa). Portanto, o descanso é essencial para focar e produzir mais e melhor.

Eleva a memória

Além disso, há estudos que comprovam que o sono é muito positivo e necessário para a memória. Após apenas uma noite de sono ou mesmo uma soneca, já é possível conseguir uma performance melhor e se lembrar de mais elementos.

Para o trabalho, isso é fundamental porque garante que você assuma responsabilidades e entregue resultados. Assim, é um hábito indispensável para ser um profissional melhor.

As consequências da falta de sono

Por outro lado, não dormir direito tem muitas consequências negativas. Além de ser quase impossível descobrir como acordar disposto, há outros impactos na saúde e no cotidiano. Para evitar que eles se concretizem, veja quais são as maiores consequências da falta de sono adequado.

Sonolência durante o dia

Um dos efeitos mais imediatos de não dormir bem é a sonolência durante todo o dia. Muitas vezes, é o que aumenta aquele quadro de sono após o almoço e que faz com que você não consiga se concentrar verdadeiramente. Além de tudo, é um quadro que leva ao mau-humor, à falta de motivação e até a dificuldade de executar tarefas simples.

O maior problema tem a ver com a segurança. Por causa da sonolência, os riscos de acidentes se tornam maiores, especialmente em certas atividades. Com isso, não apenas a sua saúde fica em risco, mas, também, a sua integridade física.

Baixa na imunidade

Outro problema relacionado à falta de sono tem a ver com a queda na capacidade do sistema imunológico. Segundo pesquisadores do Centro Médico Harborview, quem dorme menos tem um sistema imunológico mais debilitado.

Com as células enfraquecidas, você fica mais propenso a sofrer com infecções e até com doenças autoimunes. O resultado é uma saúde mais frágil e suscetível às condições do ambiente, o que afeta a qualidade de vida em diversos níveis.

Maiores probabilidades de doenças

Além disso, a falta de sono adequado está associada a diversas condições de saúde, inclusive doenças crônicas. Segundo os cientistas, não dormir direito aumenta os riscos de quadros como:

Riscos aumentados de problemas psicológicos

Além de tudo, os problemas mentais também se tornam maiores devido à falta de sono. Como o cérebro não pode descansar da maneira correta, também passa por alterações diversas em seu funcionamento.

Os sintomas do estresse aparecem com maior facilidade entre quem dorme menos, por aumentar os níveis de hormônios desse quadro. Além disso, quem dorme menos também tem maiores riscos de sofrer com depressão e ansiedade, de acordo com as Universidades de Pittsburgh e da Califórnia.

Com isso, o estado da saúde psicológica é diretamente afetado por essa condição, o que exige atenção extra.

8 dicas para acordar mais disposto no dia a dia

Depois de conhecer a importância de dormir bem, é hora de entender como acordar disposto no seu cotidiano. Esse é o resultado de bons hábitos, sendo que alguns são aplicados antes mesmo de deitar. Por isso, veja 8 dicas para conseguir mais disposição ao despertar!

1. Defina (e siga!) horários

Para reduzir as dificuldades de dormir e acostumar o seu relógio biológico, o ideal é criar e manter horários para repousar e acordar. Fazer com que o corpo adormeça e desperte sempre no mesmo horário vai garantir que ele saiba, exatamente, o que fazer quando chegar cada momento.

Porém, atenção: é preciso seguir a definição até nos finais de semana e feriados, já que a consistência é uma das chaves para o sucesso. Combinado?

2. Alimente-se de forma saudável

O que você come tem grande influência no padrão de sono. Ao comer melhor, o corpo vai receber os nutrientes certos e ter a energia certa para funcionar melhor. Dê preferência a alimentos naturais, em vez dos industrializados, e aposte na variedade de frutas, legumes e verduras. Inclusive, vale apostar em chás para dormir melhor.

Evite comidas pesadas, muito gordurosas ou com alto nível de açúcar, especialmente antes de dormir. Com o estômago leve, é mais fácil pegar no sono e acordar bem.

3. Pratique exercícios

Sair do sedentarismo é outra dica importante para ter sucesso em como acordar disposto. Ao acelerar o metabolismo, você consegue liberar a energia durante o dia e descansar com mais facilidade à noite. Aproveite desde os benefícios do alongamento até práticas aeróbicas e de musculação.

Porém, tenha cuidado com o horário dos treinos. O ideal é praticar os exercícios de manhã, à tarde ou 4 horas antes de dormir, no mínimo. A prática logo antes de deitar deixa seu corpo agitado e aumenta os riscos de insônia.

4. Evite estimulantes

Para dormir de maneira tranquila, também é preciso ter um cuidado extra para não ficar estimulado logo antes de descansar. Fuja de substâncias que causam essa sensação, como a cafeína. Também vale evitar o cigarro e o álcool, pois eles alteram as funções corporais.

Além de tudo, é recomendado evitar o uso de aparelhos eletrônicos, como celulares, tablets e até a televisão. A luz emitida por eles confunde o organismo e atrapalha a tarefa de pegar no sono. Para piorar, os eventos das redes sociais ou as notícias conferidas nos equipamentos podem deixá-lo agitado.

5. Crie um ambiente aconchegante

Para cuidar da higiene do sono de maneira completa, é essencial criar um espaço aconchegante e perfeito para o descanso. Garanta, por exemplo, que o quarto esteja tranquilo, silencioso e escuro. Quanto menos claridade, melhor para a produção de melatonina, que é chamada de hormônio do sono. Além disso, mantenha o ambiente na temperatura certa.

Em relação à cama, esteja em um colchão confortável e complemente com a escolha de bons travesseiros. Assim, a tarefa de descansar bem não é nada difícil, não é mesmo?

6. Esteja relaxado antes de dormir

Outra dica para ter um bom descanso é relaxar antes de pegar no sono. Evite pensar nos problemas do cotidiano ou em situações desagradáveis, por exemplo. Entenda que esse é o momento de deixar que corpo e mente repousem da melhor maneira.

Para tornar essa tarefa mais fácil, dá até para utilizar certas técnicas, como a aromaterapia. Em geral, quanto mais relaxado você estiver nesse momento, mais tranquilo é o sono e maior é a disposição no dia seguinte.

7. Deixe o despertador longe da cama

Dormir demais também pode ser um problema, ainda mais quando a intenção é acordar com toda a energia. Para evitar a tentação de apertar o botão “soneca” repetidas vezes, há um truque simples: deixar o despertador longe da cama.

Com essa técnica, você não vai adiar o horário por hábito e não precisará levantar às pressas por ter dormido mais que deveria. É um ótimo efeito psicológico e que vale a pena testar em seu cotidiano.

8. Levante devagar

Apesar de o despertador estar longe, não significa que você deve saltar da cama no minuto em que ele tocar. É importante dar tempo ao seu corpo para que ele se acostume a essa transição. Então, sente-se na beira da cama, aproveite para se espreguiçar e guarde alguns minutos para esse momento.

Se for possível e não atrapalhar a deixar o quarto escuro à noite, deixe a janela com a cortina aberta. Nesse caso, vai ser mais fácil levantar devagar com a própria luz natural que o sol emite quando o dia nasce. No final, todas essas dicas são essenciais para saber como acordar disposto!

A qualidade do colchão e a influência na noite de sono

Como você viu, a higiene do sono é um dos aspectos principais para ter qualidade do repouso. Para ter bastante conforto e a melhor experiência, um bom colchão faz toda a diferença. Afinal, é nele em que o repouso acontece.

Já que o objetivo é ter a melhor experiência para levantar bem no dia seguinte, entenda por que a qualidade do colchão tem tanta influência no descanso!

Aumenta o conforto

Ter um colchão adequado é essencial para obter o máximo nível de conforto. Com uma boa escolha, você tem a certeza que seu corpo receberá o apoio necessário para gerar sensações positivas.

Além disso, evita qualquer tipo de incômodo e permite que você se sinta muito mais relaxado e pronto para descansar. Com isso, é mais fácil acordar bem-disposto no dia seguinte.

Ajuda a manter o descanso à noite

Com um bom colchão, como visto, é possível evitar qualquer tipo de desconforto. Então, é algo que facilita se manter em repouso ao longo da noite. Você não vai acordar no meio da noite incomodado com algo em seu corpo ou com alguma dificuldade de achar a posição ideal.

Com o sono contínuo ao longo do período, dá para passar por todas as fases de descanso e aproveitar, ao máximo, o sono profundo. Assim, fica mais fácil repor as energias e conquistar disposição.

Evita dores corporais no dia seguinte

Um bom colchão também é essencial para melhorar a circulação e evitar que certas partes fiquem dormentes. Com a estrutura correta, ainda dá o apoio necessário à coluna e evita diversas dores musculares.

Na hora de despertar, você não vai ter que lidar com dores ou vai tê-las amenizadas, no caso de quadros crônicos. Assim, os resultados são ainda mais positivos para o seu bem-estar.

O período certo para trocar o colchão

Porém, é preciso ficar de olho. O único jeito de aproveitar todos os pontos positivos de estar em um colchão confortável é ao ficar de olho na necessidade de troca. Em geral, o indicado é fazer a substituição de 5 em 5 anos.

Após esse período, mesmo que a compra seja de qualidade, há deformações estruturais e o comprometimento da atuação. Então, o melhor mesmo é comprar um novo.

Os truques para escolher um colchão de qualidade

Como esse é um investimento de tanta importância para o seu bem-estar, nada melhor que entender, exatamente, o que considerar na aquisição. Afinal, saber qual colchão comprar é essencial para entender como acordar bem-disposto. A seguir, veja quais são as principais dicas para acertar nessa tarefa!

Defina o tipo ideal para você

Tudo começa com a escolha do que é mais indicado para o seu caso. Dependendo das suas preferências e necessidades, pode ser indicado ter um colchão de molas ou de espuma. Também é preciso pensar no molejo ou no nível de maciez da peça. Tem gente que prefere alternativas macias, enquanto há quem goste de mais firmeza.

Vale considerar, inclusive, a necessidade de um colchão ortopédico. Em casos específicos de saúde, como alguns quadros crônicos, é imprescindível que escolha um colchão de densidade adequada ao seu biotipo.

Acerte na densidade

Outra decisão importante tem a ver com a densidade do colchão. Ela é variável de acordo com o peso e até com a altura de quem vai dormir sobre ele e deve ser analisada com bastante cuidado. Há uma tabela de biotipo para facilitar como encontrar o índice certo.

Se a cama for de casal, o indicado é escolher a densidade de acordo com a pessoa com maior peso. Assim, é possível manter a estrutura e garantir a durabilidade do item da melhor maneira.

Confira as tecnologias envolvidas

Já que a intenção é comprar um colchão que auxilie a tarefa de como acordar disposto, vale a pena analisar quais são as tecnologias de cada item. Os tecidos tecnológicos, como os que são à base de viscose de bambu ou eucalipto, os tecidos com aplicação de olive oil, ou mesmo os tecidos com tecnologia CoolMax, ajudam a garantir conforto térmico e auxiliam o descanso do corpo. Um com íons de carbono, por outro lado, neutraliza as cargas elétricas e diminui a estática do corpo.

Ainda é possível selecionar a espuma gel para facilitar a circulação, enquanto os diferentes molejos evitam que o movimento se propague em um colchão de mola. Com as tecnologias certas, a experiência será muito mais interessante e vai favorecer o resultado ao despertar.

Escolha uma marca de confiança

Adquirir um colchão não deixa de ser um investimento na sua saúde e em seu bem-estar. Para ter máxima satisfação com a decisão tomada, o ideal é selecionar uma marca de confiança e que seja reconhecida no mercado.

Opte por um item que seja fabricado por uma empresa experiente e com as melhores tecnologias e inovações. Além disso, vale dar prioridade para empresas certificadas, com produtos aprovados pelo Inmetro e outros selos de qualidade. Assim, é possível obter máxima segurança.

Ao saber como acordar disposto, você vai ter mais produtividade e qualidade de vida e vai aproveitar melhor o cotidiano. Como será preciso melhorar seu padrão de sono, é possível ter muito mais saúde e proteção para o organismo. Não se esqueça de ter um bom colchão para que a experiência seja a melhor possível!

Gostou de conhecer essas informações para ter mais disposição? Compartilhe o post nas suas redes sociais e marque os amigos que querem ter mais vitalidade!

Colchões AmericanflexPowered by Rock Convert

Sem Comentários

Responder