Dicas

Conheça 8 tipos de tecidos de colchão e como analisá-los

  • 22 de março de 2018
5 tipos de tecido

Ter uma boa noite de sono é primordial para nossa vida, não é mesmo? No entanto, para isso precisamos escolher o modelo ideal de colchão para nosso corpo. Essa escolha não é tão simples, considerando que existem vários tipos de tecidos e colchões, como os de espuma ou molas.

Dessa forma, podem surgir algumas dúvidas, principalmente para os mais leigos no assunto. Isso não é, de nenhuma forma, um problema. É muito comum nos sentirmos confusos em meio a tantas opções de modelos e, claro, de tecidos. Há várias possibilidades e é preciso pesquisar para saber qual se adapta melhor às suas necessidades.

Neste post vamos ajudá-lo a entender as diferenças entre os tipos de tecidos de colchão, quais são os mais usados e seus benefícios. Assim, você conseguirá escolher o apropriado para você e sua família. Tudo pronto? Então, confira as opções mais populares e eficientes!

Promoção desconto 10%

1. Malha

A malha é, sem sombra de dúvidas, um dos tecidos mais famosos. Comumente utilizada em peças de vestuário, esse material também pode ser muito utilizado para a confecção de colchões com muito sucesso.

De modo geral, podemos dizer que a malha é uma estrutura criada a partir de uma tecelagem específica, com o ato de entrelaçar os fios em um sentido constante. Isso confere ao mesmo tempo flexibilidade e força à peça, tornando-a simultaneamente muito resistente e maleável. Assim, o colchão fabricado com esse tipo de produto se molda ao corpo facilmente, sem ser rígido.

A resistência do produto permite que, ao nos deitarmos do colchão, não haja uma excessiva deformação da superfície. Esse tipo de característica é muito importante para evitar problemas como dores na coluna ou desconforto ao deitarmos. Assim, podemos dizer que a malha é um tecido que une o melhor de dois mundos, sendo confortável, flexível e ao mesmo tempo bastante forte.

Por fim, uma característica importante é a porosidade do tecido, obtida por meio dos entrelaçados dos fios, mencionados logo acima. Essas pequenas aberturas permitem a passagem do ar, refrescando o colchão e evitando a retenção excessiva de calor ou de transpiração. É, portanto, um ótimo material para pessoas que vivem em ambientes com temperaturas extremas, já que o mesmo mecanismo também ajuda a isolar o frio da superfície do colchão.

2. Jacquard

O tecido Jacquard foi inventado por Joseph Marie Jacquard, um mecânico têxtil, no final do século XVIII. Nele, os fios são entrelaçados de forma individual, o que garante riqueza de detalhes. Há ainda uma variação bastante famosa, a Jacquardlasse, que traz propriedades bastante semelhantes à primeira variação.

Dito isso, podemos afirmar que ele é aplicado em almofadas, cortinas, colchas e, claro, revestimentos de colchões, o que transmite um visual de luxo e requinte. Praticamente qualquer tipo de estofado pode se beneficiar da sofisticação promovida por esse tecido.

Jacquard pode misturar algumas variedades de fibras (sintéticas ou de algodão, por exemplo) ou até mesmo ser confeccionado com fibras ”da mesma família”. É interessante ver a etiqueta do colchão escolhido, sendo que, quanto maior o teor de fibras naturais na composição, mais macio, fresco e agradável ao toque o colchão será.

Devido ao entrelaçamento das fibras, a resistência desse tecido é bastante alta (assim como ocorre em outros exemplos mencionados anteriormente). O trabalho feito aqui é um pouco diferente, no entanto, confere uma porosidade menor ao produto final. Assim, o jacquard é um tecido relativamente mais quente e, portanto, mais indicado para regiões de baixas temperaturas.

3. Tecido com fibra de bambu

Colchões revestidos de fibra de bambu são ecologicamente corretos, já que não têm materiais sintéticos em sua composição, ou seja, são biodegradáveis. A fibra utilizada é feita com celulose regenerada de bambus jovens, o que também contribui para a sustentabilidade. Esse tecido apresenta toque macio e agradável.

Outro ponto importante desse tecido é o conforto térmico que ele proporciona. O mecanismo que permite que isso ocorra é bastante semelhante ao da malha. A viscose de bambu é um tecido com muitos furinhos que permitem a circulação do ar e evitam a retenção do calor e do frio, fazendo com que ele seja muito confortável tanto para ambientes de altas ou de baixas temperaturas.

O conforto também vale para os dias frios, pois há formação de uma camada de ar que impede que a pessoa perca calor para o ambiente. Ou seja, a fibra de bambu proporciona uma temperatura agradável em todas as estações do ano.

Outra vantagem interessante é a sua propriedade bactericida, advinda de características do bambu, sua grande flexibilidade e a adaptabilidade ao corpo humano. Com isso, é um tecido que não só é altamente confortável, mas também traz uma série de benefícios para a nossa saúde que não têm a ver com a qualidade de nosso sono.

colchão ideal para você

4. Poliéster

A fibra de poliéster que compõe os tecidos é derivada do petróleo. Essa é a mesma cadeia de polímeros que compõe uma série de itens muito utilizados em nosso dia a dia, como as famosas garrafas PET.

Ela foi inventada por químicos britânicos, chamados John Rex Whinfield e James Tennant Dickson, em meados de 1940. Devido às suas características inovadoras, o poliéster conquistou grande parte do mercado da época, chegando a significar 30% dos tecidos vendidos.

Atualmente, esse material é muito utilizado na fabricação de roupas, estofados e roupas de cama, devido à sua grande durabilidade, retenção de cor e resistência a rugosidades. Ele também pode ser misturado a fibras naturais, o que aumenta a sua maciez e sensação agradável ao toque.

Alguns dos pontos positivos do poliéster incluem a sua durabilidade, que é bastante alta, e a capacidade de secar e de ser limpo com bastante facilidade. O ponto negativo, no entanto, está na retenção de calor do material, que o torna bastante quente quando disposto em ambientes de altas temperaturas.

5. Tecido com íons de Carbono

Também conhecido pela denominação de Tecido Intense, uma novidade no mercado, o fio com íons de carbono ainda é pouco usado para revestimentos de colchões. No entanto, ele demonstra ser uma grande promessa para o futuro.

Íons são componentes que resultam da mudança de eletricidade nas moléculas e partículas em geral, ou seja, o ganho ou a perda de elétrons nessa estrutura. Nós, por exemplo, somos repletos de átomos carregados positiva ou negativamente em nosso organismo.

Pesquisas garantem que, devido ao estresse do dia a dia, o corpo capta cerca de 30.000 volts. Essa carga é absorvida quase em sua totalidade pelo fio de carbono presente no tecido, o que permite uma melhor noite de sono.

Além disso, pessoas que precisam de 8 horas de sono estarão descansadas com apenas 7 horas e 40 minutos, o que, ao longo de um mês, significa uma noite a mais de sono. Interessante, não é?

6. Fibra de banana

Além da fibra de bambu, também conhecida como viscose de bambu, precisamos falar sobre alguns outros tipos de materiais advindos da natureza: as fibras de banana e de coco. Ambas são alternativas sustentáveis e que utilizam materiais que não agridem o meio ambiente, sendo uma ótima opção para quem se preocupa com o nosso planeta.

A primeira fibra que falaremos sobre é a de banana. Ela demonstra um grande potencial para ser utilizada na indústria de tecidos, além de ter aplicações muito interessantes nos âmbitos de design e elementos de decoração. Versátil e barata, essa fibra promete revolucionar também o mundo dos colchões.

Uma de suas vantagens é o fato de ser biodegradável, ou seja, completamente compatível com o meio ambiente. Além disso, ela utiliza partes da bananeira que antes eram jogadas no lixo e completamente descartadas.

Os tecidos de fibra de banana são confortáveis, leves e muito resistentes. É também muito flexível e, surpreendentemente brilhante, o que confere um aspecto muito bonito aos colchões feitos com esse material. Também é à prova de gordura, água e calor, sendo muito confortável termicamente e útil para quem tem crianças e animais em casa.

7. Fibra de coco

Agora, chegou a hora de falarmos sobre a terceira fibra natural de nossa lista: a de coco. Essa é, sem dúvidas, uma das frutas mais famosas de nosso país e que combina muito com o clima tropical de nosso território. Além disso, é um vegetal muito abundante.

A descoberta da possibilidade de criar bons tecidos a partir dessa matéria-prima ainda não é muito difundida, mas caminha a passos largos, inclusive na confecção de colchões de altíssima qualidade. O seu uso em móveis, assim como a fibra da banana, também é possível.

A produção desse material é feita de modo a produzir mínimos impactos ambientais, utilizando poucas quantidades de água, por exemplo. Além disso, por ser natural, é muito vantajosa economicamente.

Para os usuários, as vantagens são muitas. Esse tecido tem alta capacidade de se manter seco e de equilibrar a temperatura dos que o utilizam, além de ser muito resistente e, ao mesmo tempo, macio. Vale a pena experimentar!

8. Coolmax

Por fim, que tal conversarmos sobre uma das mais revolucionárias tecnologias quando falamos sobre a produção de colchões de altíssima qualidade?

Coolmax, algo como ‘’resfriamento máximo’’, é conhecido pelos esportistas como ‘’o tecido que respira’’. Esse grupo é um dos que utilizam esse tipo de produto há mais tempo, já que ele aumenta a potência dos exercícios ao impedir que o corpo fique muito quente, ajudando na dissipação de calor e refrescando o organismo sem reter suor.

Agora, o Coolmax tem sido utilizado em colchões com muito sucesso. A ideia aqui é basicamente a mesma: trazer mais conforto térmico para as suas noites de sono. Embora eles sejam altamente indicados para pessoas que moram em locais quentes, os habitantes de regiões frias também podem se beneficiar com o seu uso.

Além disso, esse tecido é altamente confortável e os colchões são confeccionados para aumentar a sua qualidade de vida, fazendo com que as noites de sono sejam muito mais bem-dormidas!

Viu como é importante observar os diferentes tipos de tecidos que revestem os colchões? Esse detalhe pode passar despercebido quando ainda existem tantas outras questões, como as matérias-primas. No entanto, para garantir a compra de um colchão confortável e durável, é essencial que ele seja bem-acabado nos mínimos detalhes.

Afinal, só assim é possível garantir um sono reparador e de qualidade. Quer conhecer modelos com tecidos de colchão de qualidade? Acesso o site da Americanflex e, se necessário, entre em contato com a nossa equipe para sanar suas dúvidas!

Colchões Americanflex

9 Comentários

  • Tassio

    Boa tarde!

    Gostaria de comprar um conjunto, cama box King Size mais Colchão de Molas Ensacadas!
    Quero um produto top de linha, mais confortável possível e minha preferência é pelo nível de conforto Macio ou Extra Macio!
    Tenho 1,80m e 92kg e minha mulher 1.70m e 62kg!

    Gostaria de indicação e orçamento de produtos de acordo com especificações a cima.

    aguardo

    Obrigado!

    Tassio Garcia

    Reply
    • Americanblog

      Olá Tassio!

      Na configuração que você solicitou, nós temos um produto que tenho certeza que irá lhe agradar pelo nível de conforto, qualidade e beleza para o seu quarto.
      Segue abaixo o link para o Balance no tamanho king (1,93 x 2,03)

      https://www.americanflex.com.br/balance%20193

      Reply
  • Glaucia

    Boa tarde,qual o melhor colchão de tecido de malha, ou bambu

    Reply
    • Americanblog

      Olá Glaucia!
      A viscose de bambu é um elemento que pode ser aplicado tanto na malha quanto no tecido poliéster. O benefício da malha é ter tramas mais espaçadas, proporcionando um toque mais suave no contato com o corpo. Já o benefício da viscose de bambu é a sensação de frescor e a durabilidade.
      A Americanflex uniu o melhor dos dois e temos um colchão com tecido em malha e aplicação de viscose de bambu, esse modelos é o Americanflex Resiste.
      Ou se você preferir, também temos colchão com aplicação da viscose de bambu no tecido poliéster, que é o Americanflex Bio Bambu.

      Reply
  • Gilson

    O meu colchão de tamanho King está precisando de um revestimento, ou seja de um tratamento geral, sem querer troca-lo gostaria de saber de algum serviço que o deixasse revestido com novos produtos (tecidos). Caso não seja esse o seus servços, poderiam fornecer o telefone de alguem ?

    Reply
    • Americanblog

      Olá Gilson!
      Nós não fornecemos este tipo de serviço, pois com o tempo de uso tanto o colchão de molas, quanto o de espuma, vai perdendo a capacidade de sustentação adequada. Então você iria fazer o investimento para trocar o tecido, sendo que logo teria que trocar o colchão todo, pois sua estrutura não irá fornecer o conforto ideal que você necessita.
      Não sabemos de alguém que faça esse serviço para pode lhe indicar.

      Dê uma olhada nesse conteúdo falando sobre o momento de trocar o seu colchão, acredito que pode ser útil para você
      https://blog.americanflex.com.br/momento-de-trocar-o-colchao/

      Reply
  • Gilson

    Talvez seja o segmento que previso. Contudo, gostaria de saber mais. p.e. Visita in locus, orçamento, e eficiencia.

    Reply
  • Antonio Carlos

    Bom dia.

    Por gentileza gostaria de algumas sugestões, pretendo adquirir uma colchão com box (conjunto) da americanflex.
    Tamanho queen size, pretendo desembolsar até uns 2.000,00.
    Gostaria de uma conjunto onde o tecido do colchão não esquentasse muito e seja bem resistente, me parece que o jaquard é resistente e parece esquentar.
    Será que a malha seria o mais indicado para mim?

    Reply

Responder